Fortunato da Câmara

É crítico gastronómico desde 2006. Iniciou-se no semanário Sol, esteve depois no jornal Público, e desde 2015 que é o responsável pela crítica gastronómica no semanário Expresso. Publicou diversos livros sobre gastronomia, todos premiados pelos Gourmand World Cookbooks Awards em diferentes categorias, destacando-se entre eles Os Mistérios do Abade de Priscos – 80 histórias curiosas e deliciosas da gastronomia, também premiado pela Academia Portuguesa de Gastronomia em 2013, Manual para se tornar um verdadeiro gourmet (2015), A Vida e as Receitas Inéditas do Abade de Priscos, que recebeu o prémio «Littérature Gastronomique» da Academia Internacional de Gastronomia em 2017, e TOP – Tesouros de Origem Portuguesa (2017). Frequentou a licenciatura de Produção Alimentar em Restauração da Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. É diplomado pelo Institut des Hautes Études du Goût na pós-graduação «Goût, Gastronomie, et Arts de la Table», organizada em parceria com a Universidade de Reims e a escola de cozinha Le Cordon Bleu de Paris. Entre 2013 e 2015 foi convidado do Institut des Hautes Études du Goût para lecionar na Universidade de Reims uma masterclass em crítica gastronómica. Foi autor da rubrica de rádio Na rota das iguarias, crónica semanal sobre história da alimentação na rádio SIM, do grupo Renascença. É conselheiro gastronómico, dá formações de treino e educação do gosto, sendo convidado para participar em palestras na área da gastronomia.