José Vicente-Paulo

É natural da localidade de Fontanelas, concelho de Sinta. Após ter efetuado o 1º ano do curso de Arquitetura Paisagista na Universidade de Évora, deu início à licenciatura em Engenharia Agrícola, no ano seguinte, nessa mesma Universidade, curso que terminou em 1991. Em 1992 ingressou no Instituto Superior de Agronomia, desta vez no mestrado de Economia Agrária e Sociologia Rural, como bolseiro da Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, onde estudou “O impacto da Adesão de Portugal à União Europeia sobre as Adegas Cooperativas e os Produtores Engarrafadores da Região do Oeste”, curso que veio a terminar em 1997. Em 1997 deu início à tese de doutoramento em Ciências Agronómicas, como bolseiro do PRAXIS XXI, onde estudou “A Influência da Rega na Vinha sobre a Qualidade do Vinho e a Ecofisiologia da Videira”, tendo concluído o 5º ano em 2002. Entretanto realizou, nomeadamente em Portugal, em França (Bordéus) e na Alemanha (Geisenheim), cursos de curta duração, relacionados com a videira e com aspetos enológicos. Participa frequentemente em fóruns cujo tema central é a viticultura e a fruticultura, particularmente centrados na região de Colares. Participou em cerca de duas dezenas de publicações científicas, nomeadamente em congressos, em redor dos seguintes temas: adegas cooperativas, rega da vinha e comportamento da videira e rega da vinha e efeitos sobre a qualidade do mosto e do vinho. Foi responsável por vários projectos de investimento, nomeadamente PROAGRI, AGRIS, AGRO e participou nalguns projectos de investigação na área da videira. Desde 1987 que tem uma forte presença em atividades de caráter social e/ou associativo de âmbito local, nacional e europeu. É viticultor, fruticultor, director executivo da Adega Regional de Colares, C.R.L., presidente do Conselho de Administração da Cooperativa Agrícola de Sintra, C.R.L. e consultor de viticultura em várias empresas.